Grupo Midea SGT
Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Governo lança leilão de gases renováveis

Alexandra Costa27/05/2024
Anúncio foi feito pela Ministra do Ambiente e Energia, aquando da sessão de abertura do Lisbon Energy Summit.
Imagen
O primeiro dia da Cimeira da Energia de Lisboa (Lisbon Energy Summit) – evento que se prolonga, em Lisboa, até o dia 29 de maio - começou com um anúncio feito por Maria da Graça Carvalho, ministra do Ambiente e Energia. Mais precisamente o anúncio de um leilão de 140 milhões de euros em gases renováveis.

“Vamos lançar hoje o leilão de gases renováveis que visa injetar 140 milhões de euros em 10 anos, financiado pelo Fundo Ambiental, para compensar as flutuações de preços nos projetos de hidrogénio verde e biometano, projetos importantes de descarbonização para melhorar a economia circular”, referiu a ministra aquando da sessão de abertura da Cimeira.

A ministra explicou que o leilão “visa injetar 140 milhões de euros em 10 anos, financiado pelo Fundo Ambiental, para compensar as flutuações de preços nos projetos de hidrogénio verde e biometano, projetos importantes de descarbonização para melhorar a economia circular”.

A iniciativa, anunciada naquele que foi o primeiro comunicado sobre a estratégia de energias renováveis do novo governo, é reflexo das fortes ambições do mesmo para o setor da energia. Uma estratégia que pretende dar mais poder de decisão quer ao consumidor, quer às empresas.

A par disso, e segundo palavras da ministra, o governo aposta em matérias como a simplificação da burocracia, nomeadamente no que concerne ao licenciamento de projetos. Sobre isto Maria da Graça Carvalho revelou que os trabalhos de revisão do Plano Nacional Energia e Clima deverão estar finalizados no final de junho, data em que o mesmo entrará em consulta pública.

O que se pretende, afirmou a ministra, é procurar alternativas. E é aqui que entra o hidrogénio e os gases renováveis. Sendo que, no caso do hidrogénio, Portugal está numa boa posição. A prova, lembrou Maria da Graça Carvalho é que o primeiro concurso lançado pelo Banco Europeu de Hidrogénio distinguiu dois projetos portugueses. No total de 720 euros destinados à produção de hidrogénio renovável na União Europeia uma “grande parte deste valor está alocado a Portugal”.

Este reconhecimento dos projetos portugueses dá crédito a uma visão do governo, a de que “o desempenhará um papel fundamental em aprimorar a atratividade e competitividade da indústria portuguesa”.

Sobre uma outra forma de energia renovável – a eólica offshore – o governo deverá apresentar “alguns resultados” no início do Verão.

A ministra terminou a sua intervenção referindo as outras áreas importantes para a estratégia do governo. São elas a a eficiência energética dos edifícios, o combate à pobreza energética e a promoção da integração de Portugal no mercado europeu de energia, através da criação de mais interconexões.

REVISTAS

Siga-nosChillventaProfei, S.L.SoliusLisboa Feiras, Congressos e Eventos / Associação Empresarial (Smart Cities Summit - Fil - Tektónica)

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter O Instalador

    15/07/2024

  • Newsletter O Instalador

    08/07/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

oinstalador.novaagora.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial