Efcis - Comércio Internacional, S.A.
Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Sistemas SACE – a hora dos edifícios existentes

António Vieira, diretor-geral da Geoterme05/12/2023

A adoção de sistemas sem fios ganham uma principal vantagem face às demais. A Geoterme tem soluções desenvolvidas para estas necessidades especificas em edifícios existentes.

Imagen

O setor dos edifícios representa uma parte significativa do consumo de energia na União Europeia - são responsáveis por 40% do consumo de energia e 36% das emissões de gases com efeito de estufa. Esta é a principal razão para que, os um dos principais vetores para a descarbonização da economia, seja a eficiência energética do setor dos edifícios.

A União Europeia tem implementado várias iniciativas e regulamentações para promover a eficiência energética dos edifícios, designadamente o estabelecimento de normas e requisitos mais rigorosos para a construção e a renovação de edifícios, mas também para a promoção da intervenção dos edifícios existentes.

O principal instrumento para esta área é a Diretiva de Desempenho Energético dos Edifícios, ou EPBD (sigla em inglês para Energy Performance of Buildings Directive), que é uma legislação da União Europeia que tem como objetivo melhorar a eficiência energética dos edifícios na Europa. A EPBD estabelece requisitos e padrões para a eficiência energética de edifícios, novos e existentes, com o objetivo de reduzir o consumo de energia e as emissões de gases de efeito estufa associadas aos edifícios.

Os requisitos desta Diretiva Europeia, concretamente a EPDB de 2018, foram transpostos para a legislação portuguesa através do DL101D/2020, o qual estabelece as obrigatoriedades a observar nos sistemas SACE, em edifícios novos/recuperados e existentes.
Concretamente para os edifícios de serviços existentes, o Artº13º, define que, os “edifícios de comércio e serviços que disponham de sistemas de aquecimento ou de sistemas de arrefecimento ou de sistemas combinados de aquecimento e ventilação ou de sistemas combinados de arrefecimento e ventilação com uma potência nominal global igual ou superior a 290 kW devem instalar os SACE até 31 de dezembro de 2025”.

As soluções SACE para os edifícios de comércio e serviços existentes

A adoção de sistemas SACE em edifícios existentes será sempre uma tarefa a empreender com as condicionantes especificas de cada caso, sendo, no entanto, obrigatório atender a algumas condicionantes de base: as exigências tecnológicas dos atuais SACE, o impacto da intervenção nos edifícios existentes e a rapidez de implementação – note-se que o prazo de 31/12/2025 está muito perto.
É neste contexto que as soluções SACE que utilizam as tecnologias sem fios ganham uma principal vantagem face às demais. A Geoterme tem soluções desenvolvidas para estas necessidades especificas em edifícios existentes.
O exemplo seguinte é demonstrativo das capacidades destes sistemas SACE, sem fios, que a Geoterme disponibiliza no mercado - refere-se a um espaço de sala de reuniões, no qual um multisensor ocupa uma posição central no controlo e monitorização de: iluminação, estores, abertura de janela, ventilação, temperatura, humidade, ou nível de ruído.
O controlo desta sala, estando centrado no multisensor, evita a proliferação de tubos e cabos, sendo o comando da instalação efetuado a partir de dispositivos móveis (telemóvel) ou de botões de parede, que comunicam sem fios e garantem a máxima flexibilidade.
Imagem: Exemplo de uma sala de reuniões com Multisensor O3 Hub e dispositivos sem fios
Imagem: Exemplo de uma sala de reuniões com Multisensor O3 Hub e dispositivos sem fios.
Através da utilização deste tipo de multisensores, são poupadas enormes quantidades de cabos e demais recursos e infraestruturas, que seriam necessários para ligar diversos sensores e comandos, que aqui estão centralizados num único equipamento – esta é uma solução que consome menos recursos e produz menos resíduos.
Imagem: Multisensor O3 Hub da Geoterme/DeltaControls
Imagem: Multisensor O3 Hub da Geoterme/DeltaControls
Os edifícios de comércio e serviços existentes, seguindo a obrigatoriedade de instalação dos SACE ficam, ainda, em condições mais favoráveis para a obtenção de certificações ligadas à sustentabilidade, como o BREEAM, LEED ou WELL, que requerem este tipo de sistemas, orientados para o conforto e bem-estar dos ocupantes ao mesmo tempo que promovem a eficiência energética e produzem um menor impacto no meio ambiente.
A Geoterme disponibiliza todo o apoio necessário a promotores e projetistas na conceção e implementação de sistemas SACE de elevado desempenho, orientados para a descarbonização dos edifícios existentes e obtenção das principais certificações.

Principais planos Nacionais e da EU para a Descarbonização da Economia até 2023

Plano Nacional Energia e Clima 2030 (PNEC 2030): Este plano estabelece metas ambiciosas para a descarbonização do setor energético, promovendo a eletrificação dos transportes e a produção de energia a partir de fontes renováveis.
Uma das principais iniciativas é o programa europeu “FIT FOR 55“que é um pacote de medidas e políticas proposto pela União Europeia (UE) como parte de seus esforços para combater as mudanças climáticas e atingir metas de redução de emissões de carbono. O nome”FIT FOR 55” refere-se à meta da UE de reduzir as emissões de gases de efeito estufa em pelo menos 55% até 2030 em relação aos níveis de 1990. Esse plano é parte do compromisso mais amplo da UE em alcançar a neutralidade de carbono até 2050.

REVISTAS

Siga-nosProfei, S.L.VulcanoLisboa Feiras, Congressos e Eventos / Associação Empresarial (Smart Cities Summit - Fil - Tektónica)

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter O Instalador

    26/02/2024

  • Newsletter O Instalador

    19/02/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

oinstalador.novaagora.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial