Grupo Midea SGT
Informação profissional do setor das instalações em Portugal

"Existe cada vez mais a procura por soluções que permitam uma poupança efetiva nos custos associados à climatização"

Entrevista com Tiago Trindade, diretor-geral da Luso Trade

Alexandra Costa20/11/2023

Há uma crescente consciência para a importância da eficiência energética dos edifícios. Uma consciencialização em grande parte alavancada pelas metas definidas pela Comissão Europeia. E o isolamento térmico tem um papel importante a desempenhar nessa missão. Como afirma Tiago Trindade, diretor-geral da Luso Trade, o isolamento térmico é o componente de um edifício que permite, passivamente, reduzir o consumo energético do mesmo. Isto porque permite limitar as perdas térmicas. Em conversa com O Instalador o executivo analisa o cenário nacional, referindo que o elevado atraso verificado é justificado em grande parte pela inexistência ou reduzida utilização de soluções de isolamento térmico nos mesmos.

Imagen

Quais as principais evoluções sentidas na área do isolamento térmico?

Temos sentido diversas evoluções na área do isolamento térmico. Podemos destacar como mais importante, o aumento da consciencialização em relação à importância do isolamento na eficiência das instalações. Existe cada vez mais a procura por soluções que permitam uma poupança efetiva nos custos associados à climatização. Constatamos isto com o aumento da espessura dos isolamentos pedidos nos projetos e pela crescente procura por parte de clientes particulares por soluções de isolamento para a sua habitação.

Qual a importância do isolamento térmico para a eficiência energética dos edifícios?

O isolamento térmico é o componente de um edifício que permite, passivamente, reduzir o consumo energético do mesmo. No caso dos sistemas de climatização ou produção de Águas Quentes Sanitárias, de nada serve termos equipamentos mais eficientes ou com melhores rendimentos se posteriormente não conseguirmos reter a energia utilizada. Neste campo, os isolamentos permitem limitar as perdas térmicas. Isto traduz-se numa redução da necessidade de trabalho destes equipamentos, tendo como resultado uma redução do consumo dos mesmos. Se por outro lado pensarmos no isolamento térmico de um edifício, tendo em conta o referido anteriormente, é possível reduzir ou otimizar a potência necessária dos equipamentos de climatização. Ao utilizar um isolamento térmico adequado, as variações térmicas de um edifício serão bastante mais limitadas, aumentando de forma natural o conforto do mesmo.

Quais são as soluções da Luso Trade com maior uso em Portugal?

No campo dos isolamentos a Luso Trade especializou-se na área das instalações técnicas, nomeadamente AVAC e Hidráulicas. Quanto às soluções mais utilizadas neste tipo de sistemas, temos os isolamentos elastomérico (ODE R-Flex) mais utilizado em tubagens e as lãs minerais (ODE Starflex) no caso dos sistemas de ventilação. Dentro desta gama de produto existem várias versões com diferentes características, como condutividade, reação ao fogo, etc. A utilização deste tipo de isolamentos justifica-se pelas excelentes características e a sua fácil aplicação. Atualmente, estamos a ampliar a gama das lãs minerais para outros tipos de aplicação, como o sector da construção civil.

Como vê a situação portuguesa em termos da eficiência energética dos edifícios e da utilização de “novos” materiais?

Assistimos a uma maior preocupação em relação à eficiência energética de edifícios. À boleia dos apoios concedidos pelo atual governo, temos cada vez mais famílias e empresas a procurar soluções que lhes permitam melhorar esta característica. Em Portugal, até à data, não encontramos muitas soluções diferenciadoras, mas acreditamos que com o aumento da procura, exista espaço para o desenvolvimento ou aparecimento de novos produtos ou soluções ligadas ao isolamento térmico.
Imagen

Qual a perceção do setor da construção sobre a importância do correto isolamento dos edifícios?

Na área das instalações técnicas em que atuamos, a perceção acerca da importância dos isolamentos é elevada. Existe inclusive legislação que regula as características dos mesmos, nomeadamente a condutividade e espessuras a utilizar. Apesar disto, continuamos a ter em muitas instalações a utilização de isolamento não adequado. Acredito que isto se deva ao facto de haver uma grande competitividade no setor da climatização, o que obriga os instaladores a poupar neste componente da instalação.

A par do isolamento térmico, a Luso Trade também disponibiliza soluções como condutas flexíveis à medida. Como pode a personalização destes materiais beneficiar especificamente as instalações técnicas de edifícios?

Existem projetos que, dependendo do setor em que estão inseridos, requerem soluções mais específicas e rigorosas. É o caso, por exemplo, dos setores hospitalares, laboratórios e hotelaria. São setores que, para além do cumprimento dos regulamentos específicos, têm também preocupações adicionais com matérias de segurança e qualidade do ar interior, bem como com a minimização do ruído. Para as instalações técnicas destes edifícios, as diferentes versões das condutas flexíveis permitem dar resposta a estas preocupações. Por exemplo, a sua versão “acústica” minimiza o ruído produzido pelo sistema de ventilação. Já a versão “higiénica” acrescenta revestimento antimicrobiano às condutas garantido uma melhor qualidade do ar interior. Consoante as necessidades de cada projeto, podemos combinar diversos materiais por forma a obter o resultado pretendido.

Como vê o panorama nacional face ao europeu?

Existe ainda um elevado atraso de Portugal em relação a outros países europeus no que se refere à eficiência energética em edifícios. Isto é justificado em grande parte pela inexistência ou reduzida utilização de soluções de isolamento térmico nos mesmos. O mais importante é que existe atualmente uma maior consciência deste problema e existem também apoios por forma a conseguirmos aproximarmo-nos de outros países europeus de referência nesta área.

Como foi a evolução do negócio nos últimos três anos?

Estamos muito satisfeitos com a evolução do negócio nos últimos anos. Aumentámos o nosso portfólio de produtos e também a nossa presença geográfica com o início da exportação para projetos internacionais. Este crescimento foi possível graças a vários fatores, entre eles, a estreita relação que mantemos com os nossos parceiros e o seu compromisso com a qualidade e inovação, o que permite à Luso Trade entregar soluções com excelentes características técnicas aliadas a um preço muito competitivo. Estes fatores, aliados também à dedicação da equipa em oferecer um acompanhamento eficaz e uma entrega rápida, contribuem para que, muitas vezes, sejamos a escolha dos instaladores em projetos de grande exigência e visibilidade.
Imagen

Quais as perspetivas para 2023?

As perspetivas para este ano são a de continuidade do trabalho desenvolvido até aqui. Mantemos o nosso foco na proximidade aos instaladores portugueses, no sentido de acompanhar os seus projetos e dar resposta às suas necessidades. Trabalhamos continuamente para fornecer as melhores soluções e consolidar cada vez mais a nossa posição como um parceiro de confiança na instalação de AVAC e Hidráulica.

Contam lançar algum produto, ainda este ano, no mercado nacional?

Para este ano não temos previsto alargar o nosso portfólio de produtos. Atualmente os nossos esforços estão concentrados em fortalecer as nossas parcerias e nas novidades que prevemos lançar no início de 2024. Estamos empenhados em dar resposta à evolução contínua dos diversos setores em que nos inserimos e às necessidades dos nossos clientes.

REVISTAS

Lisboa Feiras, Congressos e Eventos / Associação Empresarial (Smart Cities Summit - Fil - Tektónica)Siga-nosChillventaProfei, S.L.Solius

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter O Instalador

    15/07/2024

  • Newsletter O Instalador

    08/07/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

oinstalador.novaagora.com

O Instalador - Informação profissional do setor das instalações em Portugal

Estatuto Editorial